Oficina de Jornalismo na BSP

Crédito: Equipe SP Leituras

João Varella, Rafael Coutinho e alunos em coletiva no auditório da BSP // Crédito: Equipe SP Leituras

Nos dias 4 e 5 de abril, a Biblioteca de São Paulo (BSP) ensinou técnicas de jornalismo para jovens. O resultado da Oficina Espalhafatos de Texto: Da ideia ao ponto final é a publicação de uma reportagem no jornal Espalhafatos, periódico editado pela SP Leituras e dirigido as bibliotecas municipais e comunitárias do Estado de São Paulo. A próxima edição do Espalha vai contar com uma entrevista com o cartunista Rafael Coutinho, que também é quadrinista, pintor e editor de livros.

Uma das suas obras de destaque é a coautoria com o escritor Daniel Galera na graphic novel Cachalote, em 2010. Uma curiosidade: Rafael é filho da também artista Laerte, que já marcou presença na BSP em dezembro de 2014, durante o bate-papo do Segundas Intenções. Rafael foi BSP para uma coletiva de imprensa na quarta-feira e falou sobre seu processo criativo e a trajetória profissional aos aspirantes a repórter. No dia anterior, o tutor da oficina, João Varella, deu diversas dicas de como um jornalista deve se comportar em uma entrevista, mostrou vídeos sobre Rafael, deu diversas dicas de jornalismo e, pediu aos participantes uma pauta de no mínimo dez perguntas. Bacana, não?

Foi o que achou a estudante de gestão comercial Gabrieli Teixeira, 18 anos, que buscou nessa atividade da BSP dicas de como escrever melhor. Ela também está interessada em ‘chegar mais fundo numa entrevista”. A Tainá Domingues, 17 anos, já conhecia o nosso querido Espalhafatos e participou da oficina para ver “como era fazer uma matéria”. Ela estuda biblioteconomia na ETEC Parque da Juventude, que fica do lado da biblioteca. Já a estudante de jornalismo Natalia Morato, 17 anos, estava interessada no aprendizado em jornalismo. “O fato de trazer alguém interessante como o Rafael para um bate-papo é muito legal. E vai ser a minha primeira coletiva”.

Quando o Espalhafatos número 42 ficar pronto, vamos postar a edição digital no site da BSP. Enquanto isso não acontece, dá uma olhadinha nas edições anteriores da publicação. Para saber mais, é só acessar este link.



Comentários

Deixe seu comentário

Todos os comentários estão sujeitos a aprovação