100 poesia

0

O escritor e contador de histórias Talles Azigon não concorda com as pessoas que dizem que não há poesia no mundo. Para manifestar sua oposição, Talles propôs um desafio a si mesmo e criou o blog 100 Poesia. O título brinca com a palavra “sem”, da afirmação “mundo sem poesia”, e com a quantidade de livros desse estilo que o escritor se comprometeu a ler no período de 365 dias.

O autor do blog deixa claro que o principal objetivo não é fazer crítica literária; o que o motiva é a sua paixão por ler e falar sobre poesia. Para você, o blog pode ser uma fonte rica de dicas de obras desse estilo literário. O projeto começou no dia 2 de julho e já conta com dicas de cinco livros: Papáverum Millôr (Millôr Fernandes), As Flores do Mal (Charles Baudelaire), Deus Negro (Neimar de Barros), Elegias de Duíno (Rainer Maria Rilke) e Menino do Mato (Manoel de Barros). Cada dica publicada é acompanhada por trechos de poesias encontradas na obra.

 

Reflexão sobre a Reflexão

Terrível é o pensar.
Eu penso tanto
E me canso tanto com meu pensamento
Que às vezes penso em não pensar jamais.
Mas isto requer ser bem pensado
Pois se penso demais
Acabo despensando tudo que pensava antes
E se não penso
Fico pensando nisso o tempo todo.
(Poesia publicada no blog 100 Poesia, extraída da obra Papáverum Millôr)

 

Vale acompanhar as dicas e pesquisar no catálogo da BSP as obras cujos trechos você gostou. Se não encontrar no acervo, você pode sugerir a compra do título.
Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário