BSP discute clássico latino

30.11 - Clube de Leitura - Equipe SP Leituras 3
Crédito: Equipe SP Leituras

O Clube de Leitura de novembro escolheu a obra Cem anos de solidão e fez uma discussão de seus detalhes e contextos, falando um pouco da biografia do autor. Neste caso, trata-se de um sucesso de crítica e de público. Gabriel García Márquez, ou simplesmente Gabo, ganhou diversos prêmios ao longo de sua carreira, sendo laureado com Nobel de Literatura em 1982, o mais importante do mundo editorial.

O romance narra em detalhes as peripécias da família Buendía numa cidade fictícia chamada Macondo. Tornou-se um grande sucesso no continente latino-americano e na Europa, transformando rapidamente num marco e no mais claro exemplo do gênero realismo fantástico. A ação aconteceu nesta quinta-feira, 30, às 15 horas.

O programa mostrou a conexão da vida do autor com sua principal obra. Estas semelhanças e diferenças são apontadas no livro Gabo: memórias de uma vida mágica, um quadrinho de Óscar Pantoja. A tese de Pantoja é que a inspiração para o livro veio da família de Gabo, sendo um retrato fiel das famílias latino-americanas.

30.11 - Clube de Leitura - Equipe SP Leituras 1
Crédito: Equipe SP Leituras

O livro Cem anos de solidão tem outros elementos que podem ser destacados. Um deles é a forte presença feminina, representada na figura de Úrsula, a matriarca da família Buendía. Aliás, a genealogia deste livro é um caso a parte: são diversos nomes iguais de gerações diferentes, o que torna a leitura difícil, mas não menos recompensadora. Também traz um importante conteúdo político, que faz uma crítica a nossa realidade – seja a sociedade dos anos 1960, quando o livro foi publicado, seja dos tempos atuais.

Além disso, a atividade revelou algumas curiosidades: Macondo era o nome de uma fazenda que García Márquez viu no interior da  Colômbia, seu país natal. Os moderadores também falaram outros autores influenciados pelo realismo fantástico, como Juan Rulfo, Isabel Allende e Érico Veríssimo.

O próximo Clube de Leitura na biblioteca é no dia 14 de dezembro, às 15 horas, sobre romance Jubiabá, de Jorge Amado. A BSP tem um acervo de 42 mil livros para empréstimo. Faça sua carteirinha e leve estes e outros para ler em casa.



Comentários

Deixe seu comentário

Todos os comentários estão sujeitos a aprovação