Segundas Intenções: provocações e inquietações de Evandro Affonso Ferreira

0
Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

“Até os meus primeiros cinco livros, eu me preocupava com a vida das palavras. Agora, me preocupo com a morte do homem”, dizia o escritor Evandro Affonso Ferreira durante o Segundas Intenções realizado, em agosto, na BSP. “Nunca Houve Tanto Fim como Agora”, do autor, está na lista de semifinalistas do prêmio Oceanos; os vencedores serão conhecidos em outubro de 2018. Da trajetória do escritor constam “O Mendigo que Sabia de Cor os Adágios de Erasmo de Roterdam” (prêmio Jabuti de Melhor Romance), “Os Piores Dias da Minha Vida”, “Minha Mãe se Matou Sem Dizer Adeus” (prêmio APCA de Melhor Romance), “Não Tive Nenhum Prazer em Conhecê-los”, “Erefuê” e “Grogotó”, entre outros títulos.

Os longos títulos, aliás, formam um capítulo à parte na trajetória desse mineiro de Araxá que, aos 73 anos, decidiu investir em produção independente, com suas plaquetes. Atualmente, Evandro comercializa, nesse formato, “Levaram Tudo Dele, Inclusive Alguns Pressentimentos”. Segundo ele, essa forma de produzir da maneira que “bem entender” transformou-se em liberdade que reflete também na vida do escritor, que já foi dono dos importantes sebos Sagarana e Avalovara. Os sebos, aliás, surgiram das bibliotecas que ele foi formando em casa, como conta.

Redator publicitário, Evandro, atualmente, tem realizado oficinas de escrita. Segundo ele, o principal conselho a ser dado para quem quer ser escritor é o de escrever todos os dias. Ele mantém essa rotina e acredita que a grande oficina para o escritor é a vida: o observar e o viver.

Na plateia

Atenta a cada detalhe da vida e trajetória de Evandro, Sara emocionou-se com a leitura de trechos dos livros feita pelo autor. Deficiente visual, a jovem, de 33 anos, vem sempre com a mãe Creuza participar dos Segundas Intenções e surpreendeu-se com o escritor. A pedagoga Irenilda veio do bairro da Penha para conhecer melhor a obra de Evandro e confessa que pouco conhecia sobre o autor. Saiu da atividade pronta para devorar todos os títulos.

Silvana. funcionária pública do Centro Paula Souza, tem vindo ao Segundas sempre que pode e, mesmo ainda sem terminar “Minha Mãe se Matou sem Dizer Adeus”, arriscou-se a perguntar sobre a obra. Saiu feliz em conhecer o processo criativo de Evandro, que deu detalhes sobre a criação da história que Silvana tinha nas mãos.

Para ver, na íntegra, como foi o bate-papo com Evandro Affonso Ferreira, mediado por Manuel da Costa Pinto, confira https://www.facebook.com/BSPbiblioteca/videos/1924680624502719/ ou, em nosso canal do Youtube: https://youtu.be/QKmUIr17vL0

É importante lembrar que as edições de Segundas Intenções estão reunidas no canal do Youtube da BSP: https://www.youtube.com/user/SPbiblioteca/videos

Quer saber mais sobre Evandro? Acesse o Instagram do autor, que costuma indicar livros aos seguidores e faz leituras de trechos de suas obras: https://www.instagram.com/evandroaffonsoferreira/

Veja a galeria de imagens.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário