Veja a lista dos livros mais emprestados em novembro

0

Saiu a lista dos livros que mais foram emprestados no mês de novembro na BSP. Confira tudo aqui porque as dicas de leitura estão muito boas.

 

Infantil (0 a 11 anos)

 1º – Querido diário otário ano dois: os superlegais são superchatos, de Jim Berton

superlegais 1

 

 Sofisticação. Elegância. Gentileza. Jamie Kelly é especialista nisso tudo. Mas, quando um acidente envolvendo espaguete, a Srta. Bruntford e a Isabella traz uma criatura graciosa, delicada e refinada para a escola, Jamie descobre que ainda tem muito a aprender. Neste diário, a menina mais linda do Colégio Mackerel vai ficar mais elegante, gentil e poética e aprender a importância de ser bem-educada e de saber as normas de etiqueta.

 

 

 

 

 

 

2º -Bidu: juntos, de Eduardo Damasceno

Bidu1

De repente, Bidu deixou as ruas e passou a ter um dono. Mas essa nova emocionante realidade vai trazer muitas dúvidas e problemas, tanto para ele quanto para o pequeno Franjinha. E é isso que os autores Eduardo Damasceno e Luís Felipe Garrocho contam em “Juntos”, mais uma divertida e emocionante

Graphic Novel do cãozinho azul criado por Mauricio de Sousa.

 

 

 

 

 

Juvenil (12 a 17 anos)

 1º – Para todos os garotos que já amei, de Jenny Han

Para todos os garotos 1

 

 

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou – cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

 

 

 

 

 

2º – O oráculo oculto, de Rick Riordan

O oraculo oculto 1

Como você pune um deus imortal? Transformando-o em humano, claro! Depois de despertar a fúria de Zeus por causa da guerra com Gaia, Apolo é expulso do Olimpo e vai parar na Terra, mais precisamente em uma caçamba de lixo em um beco sujo de Nova York. Fraco e desorientado, ele agora é Lester Papadopoulos, um adolescente mortal com cabelo encaracolado, espinhas e sem abdome tanquinho. Sem seus poderes, a divindade de quatro mil anos terá que descobrir como sobreviver no mundo moderno e o que fazer para cair novamente nas graças de Zeus. O problema é que isso não vai ser tão fácil. Apolo tem inimigos para todos os gostos: deuses, monstros e até mortais. Com a ajuda de Meg McCaffrey, uma semideusa sem-teto e maltrapilha, e Percy Jackson, ele chega ao Acampamento Meio-Sangue em busca de ajuda, mas acaba se deparando com ainda mais problemas.

 

 

 

 

Adulto (+ 18 anos)

 1º – 1984, de George Orwell

1984 1

Publicada originalmente em 1949, a distopia futurista 1984 é um dos romances mais influentes do século XX. Lançada poucos meses antes da morte do autor, é uma obra que ainda se impõe como uma poderosa reflexão ficcional sobre a essência nefasta de qualquer forma de poder totalitário. Winston, herói de 1984, último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceania não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que “só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade: só o poder pelo poder, poder puro”.

 

 

 

2º – Tartarugas até lá em baixo, de John Green

Tartarugas ate la embaixo1

A história acompanha a jornada de Aza Holmes, uma menina de 16 anos que sai em busca de um bilionário misteriosamente desaparecido – quem encontrá-lo receberá uma polpuda recompensa em dinheiro – enquanto lida com o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Repleto de referências da vida do autor – entre elas, a tão marcada paixão pela cultura pop e o TOC, transtorno mental que o afeta desde a infância -, Tartarugas até lá embaixo tem tudo o que fez de John Green um dos mais queridos autores contemporâneos. Um livro incrível, recheado de frases sublinháveis, que fala de amizades duradouras e reencontros inesperados, fan-fics de Star Wars e – por que não? – peculiares répteis neozelandeses.

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário