Programa Segundas Intenções: para Luiz Ruffato, literatura é transcendência

0

O escritor Luiz Ruffato, que soma 10 livros publicados em 18 anos de carreira, esteve na Biblioteca de São Paulo, no final de junho, participando do programa Segundas Intenções. Em bate-papo mediado pelo jornalista Manuel da Costa Pinto, Ruffato falou sobre suas obras, trajetória, lembranças da infância em Cataguases, em Minas Gerais, e também seu mais recente título: “Verão tardio”. Para o escritor, literatura é transcendência. E, durante a manhã e início da tarde de um sábado de sol, Ruffato enfrentou a gripe e transportou a todos para as páginas de seu trabalho.

Como Manuel salientou durante o encontro, o autor reúne em sua escrita uma consciência social crítica e uma pesquisa formal, resultando em obras em diferentes gêneros. “A minha preocupação maior mesmo é encontrar formas adequadas para as histórias que eu quero contar”, ressaltou Ruffato, que recebeu os prêmios APCA e  Machado de Assis.  Sobre o processo criativo, o autor surpreendeu ao relatar que não anota nada, durante o desenvolvimento das tramas. “Não faço esquema de como o livro vai ser”, dizia ele. Ruffato contou que passa a ser uma espécie de digitador para os personagens.

Intrigada com as histórias do escritor, Georgina, estudante de Pedagogia, ouvia a tudo no auditório da BSP. Saiu feliz em participar e já pensa em voltar. Ela, que mora no Jardim Veloso, em Osasco (SP), adora estar na biblioteca e já se informou sobre as próximas edições do programa Segundas Intenções para continuar, como disse ela, conhecendo mais e mais escritores. Participar desse tipo de encontro transforma os finais de semana de quem ama ler, ressaltava.

Em vídeo

Não esteve na biblioteca para o encontro com Ruffato? Confira o bate-papo, realizado em junho na BSP, disponível em https://youtu.be/Ssea9h7FhxQ. O escritor esteve anteriormente também na Biblioteca Parque Villa-Lobos e você pode encontrar o vídeo em https://youtu.be/cjaKvVOWStk . Outras edições do programa Segundas Intenções estão reunidas no canal do YouTube da Biblioteca de São Paulo.

Para conhecer melhor as obras de Ruffato, vale lembrar que há várias em nosso acervo; entre elas, “O mundo inimigo”, “De mim já nem se lembra”, “Flores artificiais”, “Estive em Lisboa e lembrei de você”, “O livro das impossibilidades”, “Domingo sem Deus”, “Vista parcial da noite” e seu romance de estreia: “Eles eram muitos cavalos”.

Em breve

Na BSP, o próximo Segundas Intenções, marcado para 27 de julho, às 11h, terá como convidado o escritor Frei Betto. Na BVL, onde também acontecem os encontros com autores, Ronaldo Bressane participará no dia 20 de julho, no mesmo horário. Importante ressaltar que as duas bibliotecas contam com transmissões dos bate-papos nos respectivos espaços no Facebook.

Luiz Ruffato. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato e Manuel da Costa Pinto. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato e Manuel da Costa Pinto. Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Georgina. Foto: Equipe SP Leituras.

Georgina. Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato e Manuel da Costa Pinto. Foto: Equipe SP Leituras.

Luiz Ruffato e Manuel da Costa Pinto. Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

 

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário