Expressões da Bolívia e Domingo no Parque são destaques do fim de semana

0

Machas Yarawi - crédito Jorge Merúvia

As férias terminaram mas a programação continua intensa na BSP.  Por aqui, o sábado, 3 de agosto, é dedicado ao evento Expressões da Bolívia, com atividades entre as 10h e 16h, que reúne música, dança, artesanato, gastronomia e cultura daquele país. No dia seguinte é tempo de Domingo no Parque, com Lê no Ninho entre 11h e 11h45 e, das 12h às 16h, espaço de leitura e contações de história com a Cia. Mapinguary. Veja os detalhes e as demais atividades abaixo:

3 de agosto (sábado)     

10h às 11h30 – Compartilhando Saberes: Yoga – Em ambiente aconchegante e inspirador você poderá desfrutar desta prática milenar, que promove o bem-estar e melhorias na qualidade de vida. Com Amanda Velloso. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Organização: Rocio Quispe Yujra do Coletivo Sí Yo Puedo! Não é necessário fazer inscrição. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

10h às 16h – Expressões da Bolívia – Em comemoração ao Dia da Independência da Bolívia, a cultura do povo andino terá um dia de destaque na BSP com a apresentação de expressões como dança, música, gastronomia e artesanato.

10h às 10h30 – Homenagem à Independência da Bolívia, com o Juan Cusicanki.

10h30 às 12h – Culinária: conheça milhos e grãos andinos (maiz chulpe, maiz pelado, quinoa) + degustação de sopa maní. Com PertenSer – SYP.

13h às 14h – Oficina artesanal de tullmas andinas, pompons multicoloridos usados pelas mulheres para enfeitar o cabelo ou como acessório para dançar. Com Jobana Moya.

14h30 às 15h30 – Intervenção musical com o grupo Lakitas Sinchi Warmis. Mulheres imigrantes e filhas de imigrantes resgatam a cultura musical interpretando canções da tradição andina.

15h30 às 16h – Apresentação de Dança Caporal, uma dança boliviana da década de 1970 inspirada no personagem masculino do Caporal, típico da dança afro-boliviana Yungueña Saya. Com o Grupo Folclórico Kantuta Bolívia.

11h às 11h45- Lê no Ninho – Atividade de estímulo e iniciação à leitura para crianças entre 6 meses e 4 anos, realizada com livros lúdicos, contação de histórias e músicas. Pais e responsáveis podem, ao fim, emprestar os kits utilizados, com dois livrinhos e um fantoche, e reproduzir a experiência em casa. Com equipe BSP. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

11h às 13h- Jogos para Todos – Oficina de xadrez: Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas. Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados. Com a FOX (Formação e Orientação de Xadrez). Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

16h às 17h- Hora do Conto – O coelho, a onça e dois queijos, da tradição oral boliviana, adaptado por Suzana Ventura (em referência ao Dia da Independência da Bolívia). Com a Cia. Arte Negus. Não é necessário fazer inscrição.

4 de agosto (domingo)

11h30 às 16h – Domingo no Parque – Um pouquinho do que acontece dentro da BSP levado para o lado de fora, à sombra das árvores do Parque da Juventude. Não é necessário fazer inscrição. Em caso de chuva, a atividade será realizada dentro da biblioteca.
11h às 11h45 – Sessões do programa Lê no Ninho, com equipe BSP.
12h às 16h – Espaço de leitura para toda a família com sessões de contação de histórias. Com a Cia. Mapinguary.

16h às 17h – Hora do Conto – O marido da mãe d’água, de Luis da Câmara Cascudo. Com a Cia. do Mar. Não é necessário fazer inscrição.

Cia. Mapinguary. Foto: Miuara Rodrigues.

Cia. Mapinguary. Foto: Miuara Rodrigues.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário