3 milhões de visitantes: elas incluíram a BSP na agenda

0
Foto: Equipe SP Leituras.

Foto: Equipe SP Leituras.

Quais são as histórias desses 3 milhões de visitantes da BSP? Hoje é dia de descobrir mais uma delas, a de Rose, Zuleika e Edna. As manhãs das terças e quintas-feiras estão marcadas nas agendas dessas mulheres de forma carinhosa porque elas escolheram a BSP para estudar inglês exatamente nestes dias. Não formalmente, como costumam explicar o que fazem por aqui. Mas a ideia foi prosseguir com os estudos, depois que um curso regular, do qual participavam no bairro, terminou. Como a biblioteca é um ponto de fácil acesso para todas e o ambiente acolhedor, logo pensaram em estabelecer-se no lugar.

Nenhuma delas é professora do idioma nem tem intenção de logo utilizar os ensinamentos em viagens para o exterior agendadas. Na verdade, a vontade de aprender uma língua estrangeira tomou conta do grupo por ver, na iniciativa, uma oportunidade de exercitar o cérebro e a memória. Mas a ideia cresceu e transformou essas aplicadas estudantes em amigas. Hoje, viajam e fazem passeios culturais juntas e não é raro vê-las, em uma das mesas logo na entrada da biblioteca, depois da “aula”, conversando sobre o que farão a seguir ou no próximo fim de semana ou feriado.

Sempre atentas para não incomodar quem passa ou quem fica sentado bem perto, Rose, Zuleika e Edna adoram estar na BSP. Para elas, o encontro semanal fica ainda mais especial por ser aqui, nesse ambiente que inspira de tantas formas. E você? Qual é a sua conexão com a BSP?

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário