Contações de histórias movimentam a BSP no fim de semana

0
Cia. Malas Portam. Foto: Marcelo Nakano.

Cia. Malas Portam. Foto: Marcelo Nakano.

Quem gosta de contações de histórias tem opções com variados grupos na Biblioteca de São Paulo (BSP), instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Organização Social SP Leituras (entre as 100 Melhores ONGs do Brasil, pelo segundo ano consecutivo). No espaço, às sextas-feiras, a equipe das biblioteca comanda a apresentação, às 15h. No fim de semana é vez de trupes convidadas.

Nos próximos dias, constam da programação na BSP: grupo Três Marias e um João no sábado, 30 de novembro, às 16h e, no domingo, 1º de dezembro, a Cia. Malas Portam, das 12h às 16h (dentro do programa Domingo no Parque) e o grupo #BoraLê às 16h. Importante lembrar que, na BSP, as manhãs de sábado contam ainda com as aulas de yoga às 10h com Amanda Velloso e, para as quais, não é necessário fazer inscrição. Na biblioteca, o programa Jogos para Todos – Oficina de xadrez tem lugar na programação aos sábados, às 11h.

Confira as atividades programadas (sujeitas a alterações) para os próximos dias na sua BSP:

30 de novembro (sábado)

10h às 11h30 – Compartilhando Saberes: Yoga – Em ambiente aconchegante e inspirador você poderá desfrutar desta prática milenar, que promove o bem-estar e a melhora da qualidade de vida. Com Amanda Velloso. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

10h às 11h30 – Visita sensorial – Experimente participar de um passeio diferente pelo espaço por meio dos sentidos. A atividade integra a Virada Inclusiva 2019 e incentiva pessoas com e sem deficiência a estarem juntas, usufruindo um espaço cultural democrático e acessível. A partir de 8 anos. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Com equipe BSP.

11h às 11h45 – Lê no Ninho – O programa tem como objetivo fomentar o gosto pela leitura entre crianças de seis meses a 4 anos. Para isso, conta com dois ingredientes-
chave: o lúdico e o vínculo afetivo entre os pequenos e seus cuidadores. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Com equipe BSP.

11h às 12h13 – Mostra A Força do Documentário Brasileiro – Ciclo Outras Paisagens – Exibição do documentário “Aboio” (direção: Marília Rocha, 2005, duração: 73 min, classificação indicativa: 10 anos). Ação em parceria com a Sociedade Amigos da Cinemateca. Apoio: Cinemateca Brasileira e Programadora Brasil. Não é necessário fazer inscrição.

11h às 13h – Jogos para Todos – Oficina de xadrez – Os participantes aprendem as regras, os movimentos das peças e algumas táticas do xadrez, além de disputar partidas.
Pessoas com deficiência visual dispõem de tabuleiros adaptados. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Com a FOX – Formação e Orientação de Xadrez.

16h às 17h – Hora do Conto – Contação de histórias da literatura infantojuvenil, para aguçar o hábito da leitura e a imaginação das crianças. “A menina enterrada viva”,  de Câmara Cascudo. Não é necessário fazer inscrição. Com o Grupo Três Marias e Um João.

1º dezembro (domingo)

11h às 16h – Domingo no Parque – Um pouquinho do que acontece dentro da BSP é levado para o lado de fora, à sombra das árvores do Parque da Juventude. Não é necessário fazer inscrição. Em caso de chuva, a atividade será realizada dentro da biblioteca.

11h às 11h45 – Sessões do programa Lê no Ninho, com equipe BSP.

12h às 16h – Espaço de leitura para toda a família com sessões de contação de histórias. Com a Cia. Malas Portam.

14h às 15h25 – Mostra A Força do Documentário Brasileiro – Ciclo Outras Paisagens – Exibição de “À margem do concreto” (direção: Evaldo Mocarzel, 2005, duração: 75 min, classificação indicativa: 14 anos). Ação em parceria com a Sociedade Amigos da Cinemateca. Apoio: Cinemateca Brasileira e Programadora Brasil. Não é necessário fazer inscrição.

15h30 às 17h30 – Mostra A Força do Documentário Brasileiro – Ciclo Outras Paisagens – Exibição de “Estamira” (direção: Marcos Prado, 2004, duração: 120 min, classificação indicativa: 14 anos). Ação em parceria com a Sociedade Amigos da Cinemateca. Apoio: Cinemateca Brasileira e Programadora Brasil. Não é necessário fazer inscrição.

16h às 17h – Hora do Conto – Contação de histórias da literatura infantojuvenil, para aguçar o hábito da leitura e a imaginação das crianças. “A revolução de Rapunzel”, de Teca Machado. Com interpretação em Libras. Com o Grupo #BoraLê. Não é necessário fazer inscrição.

3 de dezembro (terça-feira)

15h às 16h – Jogos Sensoriais – Divertida experiência lúdica que estimula as habilidades sensoriais e a memória, com jogos e brincadeiras para pessoas com e sem deficiência. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada. Com equipe BSP

4 de dezembro (quarta-feira)

14h30 às 16h52 – Pontos MIS – Desenvolvido pelo Museu da Imagem e do Som (MIS), o projeto promove o contato com obras do cinema por meio de parcerias com instituições públicas do Estado de São Paulo. “Aquarius” (direção: Kleber Mendonça Filho, Brasil, 2016, duração: 142 minutos, classificação indicativa: 16 anos). Parceria Pontos MIS. Não é necessário fazer inscrição.

15h às 16h – Brincando e Aprendendo – Programa que reúne intervenções, jogos teatrais, atividades rítmicas e brincadeiras educativas. Jogos sensoriais. Com equipe BSP. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

5 de dezembro (quinta-feira)

15h às 16h – Pintando o 7 – Atividade para pintar, desenhar, colar e criar, inspirada em temas literários, ecológicos e culturais, desenvolvendo assim as capacidades artísticas e criativas das crianças. Neste mês aprenda a confeccionar divertidos personagens e objetos. Tema do dia: animais. Com equipe BSP. Vagas limitadas, preenchidas por ordem de chegada.

6 de dezembro (sexta-feira)

15h às 15h30 – Hora do Conto – Contação de histórias da literatura infantojuvenil, para aguçar o hábito da leitura e a imaginação das crianças. “Alice no país das maravilhas”, de Lewis Carroll. Com equipe BSP. Não é necessário fazer inscrição.

16h30 às 17h – Leitura ao Pé do Ouvido – Frequentadores da biblioteca são convidados a ouvir a leitura de trechos de livros, podendo conhecer assim novos autores, títulos e assuntos. “Heroínas negras brasileiras: em 15 cordéis”, de Jarid Arraes. Com equipe BSP. Não é necessário fazer inscrição.

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário