Oficina de Poesia para Mulheres

0

Lubi Prates - crédito Mayara Barbosa

Oficina de escrita poética para mulheres, cis e trans, que parte do gênero para pensar o lugar social determinado para estes corpos. Além do gênero, serão considerados como temas os outros marcadores sociais, como raça, orientação social, etc, que contribuem para a construção das sujeitas. O que é ser mulher? Como transformar o gênero em produção poética? Indicado para mulheres a partir dos 16 anos.

 

  • Sábado e Domingo, 14 e 15, das 10h às 12h (Carga horária: 4h).

 

Com Lubi Prates.

Inscrições a partir das 10h do dia 18 de fevereiro, pelo link www.bsp.org.br/inscricao

 

Sobre o ministrante: 

Lubi Prates (1986, São Paulo/SP) é poeta, tradutora, editora e curadora de Literatura. Tem três livros publicados (coração na boca, 2012; triz, 2016; um corpo negro, 2018). um corpo negro foi contemplado pelo PROAC com bolsa de criação e publicação de poesia e está em processo de publicação na Argentina, Colômbia, Estados Unidos, Espanha e França, além de ter sido finalista do 61º Prêmio Jabuti e do 4º Prêmio Rio de Literatura. Tem diversas publicações em plaquetes, antologias e revistas nacionais e internacionais. Organizou os festivais literários para visibilidade de poetas, [eu sou poeta](São Paulo, 2016) e Otro modo de ser (Barcelona, 2018) e também participou de outros festivais literários no Brasil e em outros países da América Latina. É sócia-fundadora e editora da nosotros, editorial, e é editora da revista literária Parênteses. Dedica-se à ações que combatem a invisibilidade de mulheres e negros. Atualmente, é doutoranda em Psicologia do Desenvolvimento Humano, na Universidade de São Paulo.

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário