/ governosp

Concerto online Programa Vespertino

0

Hercules Gomes – Crédito Paulo Rapoport

Programação dedicada à música erudita de câmara que apresenta mensalmente um tema destacando períodos, autores ou particularidades da história da música. Em 2020 o projeto destaca a Presença Negra na Música Erudita, apresentando a música produzida ao longo dos séculos por artistas negros de todo o mundo. Os concertos tem acesso gratuito em forma de vídeos inéditos gravados exclusivamente para o projeto.

O projeto Vespertino é uma realização do Sesc Santana e conta com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, SP Leituras – Associação Paulista de Bibliotecas e Leitura, e da Biblioteca de São Paulo.

Presença Negra na Música Erudita

O pianista Hercules Gomes com repertório voltado para música brasileira, abrangendo desde o período colonial com o Padre José Maurício Nunes Garcia (1767-1830) até os dias atuais com Laércio de Freitas, Moacir Santos e composições  próprias, passando pelo período da formação da música brasileira com Joaquim Callado, Patápio Silva e Pixinguinha.

Domingo 26 de julho, das 15h às 15h50.

Transmitido nos perfis do Instagram e Facebook da Biblioteca de São Paulo, e Facebook, Instagram e Youtube do Sesc Santana.

Livre. Duração: 50 min.

Hercules Gomes – Natural de Vitória-ES, iniciou seus estudos aos 13 anos como autodidata e pouco tempo depois já tocava em grupos do cenário capixaba. Estudou na Escola de Música do Espírito Santo e posteriormente ingressou no curso de Música Popular na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde se formou bacharel. Apresentou-se em alguns dos mais importantes festivais de música no Brasil e no exterior como a MIMO, Savassi Festival, Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival Internacional Jazz Plaza (Cuba) e Festival Piano, Piano (Argentina). Em 2013 recebeu a Outorga do Colar do Centenário pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. No mesmo ano lançou seu primeiro trabalho solo no qual demonstra suas fortes influências de ritmos brasileiros, jazz e música erudita aliadas a uma técnica refinada traduzindo ao piano seu universo sonoro. Em 2018 lançou seu segundo álbum intitulado “No Tempo da Chiquinha” em comemoração aos 170 anos da pianista e compositora Chiquinha Gonzaga. E em 2020 o álbum “Tia Amélia para Sempre” que homenageia a pianista Amélia Brandão Nery (1897-1983), a Tia Amélia.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras