/ governosp

Aprenda uma brincadeira indígena no Pintando o 7!

0

O programa Pintando o 7 está chegando com uma brincadeira que propõe que você solte seu corpo e sua voz, em casa! A brincadeira “Yapo”, que faz parte da cultura indígena, não precisa de materiais e objetos específicos. Vamos usar apenas nosso corpo e muita atenção para não errar os movimentos. Vamos lá?

 

Passo 1
Primeiro, temos que aprender a cantar a música “Yapo”:

Yapo, ia ia, e e  ô
Yapo, ia, ia, e e e
Yapo, ia, ia Yapo

E tuque, tuque Yapo
E tuque, tuque, e e e

O Grupo Palavra Cantada também gosta desta brincadeira e fez um vídeo que pode ajudar, destacando o ritmo da canção. Acesse aqui!

Passo 2

Agora, é preciso aprender os passos. Cada palavra da música está relacionada a um movimento:

Yapo – bater duas vezes com a palma das mãos na perna.

batendo na perna

Ia ia – bater duas vezes nos ombros com as mãos cruzadas.

ombro

Eeô – estralar três vezes os dedos, de um lado para o outro.

Eee – estralar três vezes os dedos, de um lado para o outro.

estralando o dedo 2

Tuque tuque – tocar a cabeça duas vezes com as mãos.

tocando a cabeça

Passo 3
Vamos juntar a música com os movimentos. E a brincadeira pode seguir com a família toda!

Aqui, ninguém perde, mas há possibilidades de criar desafios. Que tal brincar com o tempo da canção e ir deixando que ela fique cada vez mais rápida?! Pode deixar a música bem lenta também. Se já estiverem com muita prática, cada pessoa pode começar em um momento diferente; aí, tem que estar com a atenção redobrada.

Gostou?

Compartilhe como foi a cantoria por aí em nossas redes sociais. É só publicar, em fotos e/ou vídeos, usando as hashtags #BVL e #CulturaEmCasa.

E onde tem canto, tem uma boa história! Assista a contação que Lili Flor e Paulo Pixu compartilharam no Facebook da BSP com o programa “Na minha casa cabe o mundo inteiro” que faz parte da Hora do Conto da biblioteca. Assista aqui!

Importante lembrar que a BSP está com atividades presenciais suspensas. Para mais informações, acesse nossas redes sociais.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras