/ governosp

Olhar de Raduan Nassar sobre as relações faz pensar no Clube de Leitura

0
Raduan Nassar. Foto: Divulgação / Companhia das Letras.

Raduan Nassar. Foto: Divulgação / Companhia das Letras.

Um livro que incomoda, instiga, promove reflexões (principalmente sobre as relações), trata de assuntos atemporais e até “ensina” novos vocabulários. Assim os participantes do Clube de Leitura da BSP, realizada de forma online na penúltima sexta-feira de agosto, avaliaram a obra escolhida para o debate: “Um copo de cólera”, de Raduan Nassar. Também levado aos cinemas (em 1999, com Alexandre Borges e Júlia Lemmertz como protagonistas e direção de Aluizio Abranches), o livro foi o vencedor do Prêmio APCA 1978 na categoria Ficção.

Narrado em primeira pessoa e com textos longos, “Um copo de cólera” usa a relação entre um homem e uma mulher para tratar das conexões humanas e das desconexões, da racionalidade e da paixão. De leitura rápida e voraz para uns e nem tanto para outros, o livro, porém, não deixou indiferente nenhum dos participantes do Clube, realizado em parceria com a Companhia das Letras.

O desconforto causado pelo conteúdo da história, muitas vezes violento, acabou sendo encarado como desafio à reflexão, depois que a troca de experiências deu-se na atividade. As pessoas trouxeram diferentes pontos de vista e interpretações para o comportamento do casal (inclusive adicionando o viés político ao período da construção da narrativa), o que acabou enriquecendo – como sempre acontece no Clube – as conclusões de todos. Afinal, como foi ressaltado durante a tarde dedicada à literatura, não há leitura errada ou certa; e, sim, o impacto causado por este ou aquele texto para cada indivíduo.

Sobre o escritor

Filho de libaneses, Raduan Nassar nasceu em 1935, em Pindorama, no interior de São Paulo, onde passou a infância. A família mudou-se para a capital quando ele era adolescente e, na cidade, cursou Direito e Filosofia na USP. A estreia na literatura deu-se com “Lavoura arcaica”, em 1975, talvez seu livro mais conhecido e também levado às telas (com Selton Mello, Raul Cortez e Juliana Carneiro da Cunha, com direção de Luiz Fernando Carvalho). Com obras traduzidas na Espanha, França e Alemanha, Raduan publicou também “Menina a caminho”, que reúne contos.

Em breve

Fique de olho em nossa programação e venha participar do próximo encontro online do Clube de Leitura. A atividade está marcada para 18 de setembro, às 15h, com “A vida não é útil”, de Ailton Krenak, no centro do debate. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas a partir de 1º de setembro, às 10h, pelo link www.bsp.org.br/inscricao. Os primeiros inscritos receberão instruções para fazer o download do livro gratuitamente.

Importante lembrar que a BSP continua com atividades presenciais suspensas. E que os bate-papos com escritores no programa Segundas Intenções também têm acontecido online. Na próxima segunda-feira, 31 de agosto, às 19h, a convidada é Jarid Arraes e a transmissão acontecerá na página da biblioteca no Facebook.

BSP - Um Copo de Cólera de Raduan Nassar

 

Reprodução.

Reprodução.

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC
Doe Máscaras