/ governosp

Cinema brasileiro: para ler, ouvir e assistir

0
Cena do filme “Cinema, aspirinas e urubus", de Marcelo Gomes. Foto: reprodução.

Cena do filme “Cinema, aspirinas e urubus”, de Marcelo Gomes. Foto: reprodução.

Hoje é dia de celebrar o cinema brasileiro. A data marca a filmagem de Vista da baía da Guanabara pelo cinegrafista italiano Affonso Segretto, ao chegar da Europa no Rio de Janeiro a bordo de um navio, em 19 de junho de 1898. Atualmente, passados mais de 120 anos, o cinema nacional acumula produções de ficção, documentários, curtas e longas-metragens que revelam paisagens do nosso território e contam histórias e recortes de um Brasil vasto e original.

Em fins do século XIX, época em que florescia a fotografia, a proposta de registrar imagens em movimento para contar uma história era ousada. Mas vingou. No Brasil, a linguagem audiovisual atravessou diferentes fases e foi impactada por movimentos sociais e contextos políticos e econômicos. Agora, com as salas de cinema sofrendo restrições de público impactadas pela pandemia, você pode aproveitar para estudar sobre os diferentes movimentos, os principais cineastas, o que é a linguagem cinematográfica e, ainda, assistir a alguns filmes em DVD na biblioteca. Aproveite!

LER

 

Brasil em tempo de cinema: ensaio sobre o cinema brasileiro de 1958 a 1966, de Jean-Claude Bernardet.
O texto traz um olhar crítico sobre os filmes realizados no Brasil entre 1958 e 1966, época do surgimento e da consolidação do Cinema Novo, liderado por Glauber Rocha. Analisa também a filmografia de Walter Hugo Khouri e José Mojica Marins tentando buscar conexões entre filmes
 aparentemente díspares e o modo como eles se relacionam com o país em transformação.

Cinema de invenção, de Jairo Ferreira.
O livro é um inventário do também chamado Cinema Marginal, Experimental ou Udigrudi. Jairo Ferreira, cineasta, jornalista e uma das figuras centrais do movimento, foi amigo pessoal de todos os diretores relacionados ao movimento ocorrido entre os anos 1967 e 1971. No livro, ele expõe o contexto, os anseios e a paixão dos diretores que forjaram um dos mais luminosos momentos de nosso cinema.

Dicionário de filmes brasileiros: curta e média metragem, de Antonio Leão da Silva Neto. (para consulta no local).
O livro lista toda a produção nacional de curtas e médias metragens no período de 1897 a 2005, além de trazer dados adicionais e raros de filmes produzidos e nunca exibidos, ou mesmo desaparecidos.


cinema-despertando-seu-olhar-critico-ademir-pascale-fabio-alexandrelli-102245OUVIR

Cinema – despertando seu olhar crítico, de Ademir Pasquale. (Audiolivro).
Descubra mais sobre a linguagem do cinema, a diferença entre resenha e crítica, como ver um filme e muito mais.

 

 

ASSISTIR

Cinema, aspirinas e urubus
, de Marcelo Gomes.
(DVD – para consulta local)
Em pleno sertão nordestino, um alemão dirige um caminhão carregado de frascos de Aspirina
e filmes com propagandas do produto. Durante aurubus viagem, evita as notícias da Segunda Guerra e conhece Ranulpho, morador de uma pequena vila, que está em buscar uma vida melhor no Rio de Janeiro.

 

Compartilhe

Sobre o Autor

Deixe um Comentário

Ouvidoria Transparência SIC