/ governosp
Biblioteca de São Paulo

Oficina reúne participantes em torno dos escritos do jornalista e ativista Luiz Gama

17 DE setembro DE 2021
Crédito: Silvia Costanti
Um dos mais notáveis pensadores negros brasileiros do século XXI – o escritor, jornalista e ativista Luiz Gama  (1830-1882), o único a ter sofrido a escravidão, antes de se tornar um literato e imbatível e defensor dos escravizados -, foi a inspiração para a Oficina Inspiração Luiz Gama: escrever sobre si, o Brasil e o mundo hoje.

Ministrados por Ligia Fonseca Ferreira, professora associada do curso de graduação e do programa de pós-graduação em Letras da UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo, os encontros acontecem até o final de setembro, na Biblioteca São Paulo -, em atividade que integra o Projeto Literatura Brasileira no XXI, em parceria com a Unifesp.

As dinâmicas propostas para esta oficina tiveram como ponto de partida a leitura comentada de textos epistolares  (cartas a amigos e familiares, cartas públicas) e textos representativos do  discurso jornalístico (artigos de opinião, crônicas, notícias), publicados nos principais órgãos da imprensa de São Paulo e do Rio de Janeiro ao longo de quase vinte anos. Ao final, os alunos produzirão breves textos, nos gêneros epistolar e jornalístico, uma oportunidade em que foi possível observar suas vozes e perspectivas pessoais.

O legado de Luiz Gama

Dono de uma história de vida fascinante – Luiz Gama foi ex-escravo que veio menino da Bahia e que se tornou um grande tribuno do júri na defesa gratuita de escravos - suas ações de luta pela liberdade foram legitimadas nos campos político, jornalístico e jurídico.

Seu principal legado, no entanto, são seus escritos, redigidos em primeira pessoa em sua maioria, nos quais se observa não só o registro de sua trajetória, como a maneira como e o   sua condição excepcional no seio de uma sociedade escravocrata e de um meio letrado formado por brancos moldaram visão sobre o Brasil e o mundo.

A obra de Luiz Gama reflete o pensamento e a visão social e política sob a perspectiva singular de um homem negro de grande audiência e influência em sua época e se marca por uma surpreendente atualidade.

Os temas daquele passado “que nunca passa” dialogam com os dilemas que nos afetam no plano pessoal e coletivo, nacional e internacional, além de se fazer eco aos anseios antirracistas contemporâneos.
Cadastre-se e receba nossa newsletter

Política de Privacidade

Este site é mantido e operado pela Biblioteca de São Paulo (BSP).

Nós coletamos e utilizamos alguns dados pessoais que pertencem àqueles que utilizam nosso site. Ao fazê-lo, agimos na qualidade de controlador desses dados e estamos sujeitos às disposições da Lei Federal n. 13.709/2018 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais - LGPD).

Cookies
Cookies são pequenos arquivos de texto baixados automaticamente em seu dispositivo quando você acessa e navega por um site. Eles servem, basicamente, para que seja possível identificar dispositivos, atividades e preferências de usuários, otimizando a experiência no site. Os cookies não permitem que qualquer arquivo ou informação sejam extraídos do disco rígido do usuário, não sendo possível, ainda, que, por meio deles, se tenha acesso a informações pessoais que não tenham partido do usuário ou da forma como utiliza os recursos do site.

a. Cookies de terceiros
Alguns de nossos parceiros podem configurar cookies nos dispositivos dos usuários que acessam nosso site.
Estes cookies, em geral, visam possibilitar que nossos parceiros possam oferecer seu conteúdo e seus serviços ao usuário que acessa nosso site de forma personalizada, por meio da obtenção de dados de navegação extraídos a partir de sua interação com o site.
O usuário poderá obter mais informações sobre os cookies de terceiros e sobre a forma como os dados obtidos a partir dele são tratados, além de ter acesso à descrição dos cookies utilizados e de suas características, acessando o seguinte link:
https://developers.google.com/analytics/devguides/collection/analyticsjs/cookie-usage?hl=pt-br
https://policies.google.com/privacy?hl=pt-BR
As entidades encarregadas da coleta dos cookies poderão ceder as informações obtidas a terceiros.

b. Gestão de cookies
O usuário poderá se opor ao registro de cookies pelo site, bastando que desative esta opção no seu próprio navegador. Mais informações sobre como fazer isso em alguns dos principais navegadores utilizados hoje podem ser acessadas a partir dos seguintes links:
Internet Explorer:
https://support.microsoft.com/pt-br/help/17442/windows-internet-explorer-delete-manage-cookies

Safari:
https://support.apple.com/pt-br/guide/safari/sfri11471/mac

Google Chrome:
https://support.google.com/chrome/answer/95647?hl=pt-BR&hlrm=pt

Mozila Firefox:
https://support.mozilla.org/pt-BR/kb/ative-e-desative-os-cookies-que-os-sites-usam

Opera:
https://www.opera.com/help/tutorials/security/privacy/

A desativação dos cookies, no entanto, pode afetar a disponibilidade de algumas ferramentas e funcionalidades do site, comprometendo seu correto e esperado funcionamento. Outra consequência possível é remoção das preferências do usuário que eventualmente tiverem sido salvas, prejudicando sua experiência.